ANUNCIANDO A VOLTA DO SENHOR JESUS

▬▬► "E o Espírito e a esposa dizem: Vem. E quem ouve, diga: Vem. E quem tem sede, venha; e quem quiser, tome de graça da água da vida. Apocalipse 22:17"

domingo, 26 de abril de 2015

OPOSIÇÃO AO PROJETO DO SENHOR: CAIM. BALAÃO. CORÉ




A carta de Judas é uma carta dirigida à igreja dos últimos dias, portanto é uma carta profética. Ela não fala daquilo que Judas estava vivendo, mas do conteúdo profético daquilo que seria enfrentado pela igreja que antecederia o arrebatamento.

O autor é Judas, irmão de Tiago e não Judas Iscariotes.

1.  Ele começa a carta falando “aos queridos em Deus Pai”, numa linguagem afetiva que mostra o sentimento de amos do Senhor para com a igreja dos últimos dias. No livro de Cantares a linguagem é a mesma.

Ele também fala da igreja como “os conservados por Cristo Jesus”, porque somente pelo poder do Sangue de Jesus a igreja seria preservada da contaminação do pecado (exemplo do prato de comida que estraga do dia para o outro), e também pela Revelação do Espírito Santo, pois é Ele que revela aquilo que está errado no meio da igreja e que era invisível aos olhos humanos.

2. Judas procura escrever com muita diligência, isto é, com muito cuidado, em virtude da importância dos assuntos tratados.

Ele fala da “salvação comum”, que se refere à salvação no corpo, através de um processo dinâmico. A salvação é o resultado da Operação do Senhor no corpo (igreja). Quantas lutas já foram vencidas porque o Senhor revelou à igreja as dificuldades existentes. Se um pastor está de pé é porque existe um corpo orando pela sua vida. Se alguém sai do corpo, perde a bênção da vida que se manifesta no corpo (exemplo do pastor que sofreu um acidente que deveria ser fatal, e que teve sua vida preservada pela oração da igreja, porque o Senhor havia mostrado o acidente antes). 

Judas também exorta a igreja a “batalhar pela fé”, pois a fé não é um sentimento, mas uma regra de vida. Vejamos os exemplos de Abraão, Noé, Davi, Daniel e tantos outros. Estes servos não “acreditaram” simplesmente, mas “viveram” a fé nos momentos em que foram provados e por toda a vida. Existem hoje em dia os chamados “cristãos ateus”, que não crêem em Deus, mas aceitam a “filosofia de Jesus”. Isto não é fé. Fé é praticar as obras da fé, é ser dirigido pelo Espírito Santo, é andar na revelação.

Batalhar pela fé é lutar para ser dirigido pelo Espírito Santo, andando na revelação. Esta fé foi dada aos santos, aos separados, e não ao mundo. No entanto o mundo diz que crê.

3.   Por que Judas escreve estas coisas à igreja? porque a igreja está vivendo a   expectativa da volta de Jesus e a situação destes dias é de extrema corrupção, por isso ela precisa atentar para todo o ensino da carta de Judas. O mundo está em trevas nesta hora em que a igreja se prepara para a saída (é como Israel no Egito), a morte (pois o mundo não tem vida) tem imperado também. O homem se corrompeu, afastando-se dos bons princípios e dos bons costumes. Ele amou mais a criatura que o Criador, e até a sua mente foi contaminada. Nós observamos isso até nas crianças, pois a pureza que lhe é peculiar tem desaparecido. Seus instintos são malignos, pois o mundo tem ensinado estas coisas (exemplo da menina de 5 anos no consultório médico). A adolescência e a juventude tem sofrido um ataque terrível de todos os lados e é comum a gravidez na adolescência e na juventude, bem como o uso de drogas. Tem-se incutido na mente um desejo de liberdade que na verdade conduz à escravidão (exemplo da mocinha de 14 anos que ia ganhar do pai um apartamento para morar sozinha depois dos 15 anos). Tudo isso é o produto de um ensino transmitido insistentemente através dos meios de comunicação, por mentes corrompidas pelo pecado e toda sorte de males e enganos. As pessoas que escrevem para revistas e programas de TV, muitas vezes fazem uso de certos meios de inspiração, são pessoas que tiveram seus lares destruídos e são comprometidas com as trevas, de modo que tudo que produzem são o resultado de suas experiências pessoais. O homem hoje em dia está alucinado e tem agido como um irracional, quem usa drogas hoje em dia não é o barbudo e o esfarrapado que vive nas ruas, mas o homem bem posicionado socialmente e economicamente. Aquilo que é produzido por novelas e outros programas de TV tem provocado males profundos, principalmente nos adolescentes e crianças. O desrespeito aos pais, a destruição das relações familiares, a deturpação do casamento e outros valores morais, são exemplos do ensino que está sendo feito pelas emissoras de televisão.

    Diante de tudo isso, a igreja corre perigo e a luta do Espírito Santo é preservar a igreja através da “revelação”, mas se nós não estivermos atentos, o que poderá acontecer? o mal entra sorrateiramente dentro da igreja sem que ninguém perceba, como faz referência um termo na versão francesa: o mal entra “escorregando” e se não for detectado ele se estabelece com seus maus costumes (exemplo do rapaz todo efeminado que entrou na igreja).

4.   A igreja tem que ser protegida de tudo isso. É preciso vigilância. O problema de Sodoma e Gomorra foi carne; o perigo hoje é que o adversário está operando na mente das pessoas, conduzindo muitos a achar que tudo é normal (exemplo do menino de 8 anos que o Senhor mostrou com 20 anos, totalmente efeminado, porque sua mãe colocava uma roupa toda de rosa com uma bolsinha da irmã, com mamadeirinha, chupetinha, mãozinha de coelho e etc).


A situação da religião no mundo é profundamente grave, pois prega um evangelho corrompido e falido sem “frutos do espírito”, cheio de contaminações.

A religião do mundo atual entrou pelo Caminho de Caim. Registramos aqui dois importantes erros que Caim cometeu: ofereceu o fruto da terra ao Senhor e matou Abel, que ofereceu o cordeiro, ou seja, Caim (religião) oferece aquilo que é fruto de sua limitação humana, aquilo que parte de seu próprio “eu”, o que é terreno, passageiro, que não tem nenhum valor espiritual, se aplicam em fazer apenas boas obras (podemos fazer boas obras mas não para sermos salvos), não já revelação e entendimento da profecia a respeito da figura do Cordeiro, oferece o que é fruto de seu próprio esforço humano sem a busca em saber qual a direção do Espírito. Por isso é que a religião está falida espiritualmente, entrou pelo caminho do fruto da terra, do materialismo, não se vê a preocupação exclusiva com a eternidade; Caim também matou aquele que havia oferecido o Cordeiro, ou seja, trazendo para os nossos dias, a religião (Caim) mata todos os dias a profecia do Cordeiro, aniquila totalmente a figura da Salvação (Jesus).

A religião entrou pelo caminho de Caim, ela está preocupada com aparências e com boas obras e tudo isso é fruto da terra. A religião se preocupa com obras sociais e falha em tratar do problema básico, que é a estrutura familiar. O Evangelho pode ser essencial se vivido corretamente, mas a religião se preocupa em mostrar obras; ela faz creches, trabalha com menores abandonados, etc. coisas muito boas, mas secundárias em relação ao que realmente resolve os problemas. O fundamental é a revelação. Caminho de Caim negar o Sangue de Jesus, negar a Consulta a Palavra. (Wallace Oliveira Cruz).

Vejamos o que nos fala a Bíblia King James Atualizada sobre o caminho de Caim:

O caminhar de Caim foi constituído de egoísmo, ódio, inveja e homicídio (Gn 4:3-4; Nm 22:1-35; 1 Jo3:12). (KJA nota: página 2460).



LEIA TAMBÉM CLIQUE NOS LINKS ABAIXO

O PODER DO SANGUE DE JESUS


CONSULTA À PALAVRA OU BIBLIOMANCIA


BIBLIOMANCIA OU MÉTODO DE CONSULTAR A DEUS?


APOLOGÉTICA CRISTÃ: CONSULTA AO SENHOR PELA PALAVRA (TEXTO) 


APOLOGÉTICA CRISTÃ: O PODER DO SANGUE: ALGO QUE VOCÊ PRECISA SABER! 



A religião também foi levada pelo engano do prêmio de Balaão. Balaão foi levado pelo seu interesse material. É como a religião do mundo atual, está interessada e “levada” pelo materialismo, é o ministério profissional (prega a palavra em troca de dinheiro), a religião promove verdadeiros leilões por “pastores”, seu ministério é totalmente comprometido com favores e dívidas pessoais, com agrados a pessoas que são tidas como especiais.

Vejamos o que nos fala a Bíblia King James Atualizada sobre o engano do prêmio de Balaão:

O erro de Balaão foi deixar-se  dominarpor cobiça e imoralidade (2 Pe 2:14; Cl 3:5; Ap 2:14) (KJA nota: página 2460).


É importante dizer que à medida que agimos fora da orientação e da direção daquilo que o Espírito Santo está querendo para nós, então somos “levados” pelo engano do materialismo e ficamos perigosamente sem o Espírito Santo em nós.

A religião pereceu na contradição de Coré. Coré se levantou contra Moisés e Arão, contra o ministério que Deus havia conferido a eles sobre a congregação de Israel. Coré desprezou as revelações que o Senhor tinha dado a Moisés e não achava mais necessário a santificação do povo afirmando que o povo já era santo e que Deus estava no meio dele não havendo assim necessidade de Moisés e Arão estarem à frente do povo. A religião (aqueles que são religiosos, não tem obra revelada em si mesmos), por não terem a presença do Espírito Santo em suas vidas, caem no mesmo erro de Coré. Alguns acabam se levantando contra o ministério que o Senhor levantou e inclusive levam alguns com eles nesta rebelião. São aqueles que falam mal de pastores, que não aceitam o ministério que está sobre eles, que não obedecem uma determinação que é dada pelo responsável, não temem e não consideram que os ungidos são homens separados e ungidos por Deus para o ministério e que a Palavra fala que eles não sejam tocados (atingidos). O pior de tudo é que pessoas com as características que acabamos de mostrar não se corrompem a si mesmo apenas, mas geralmente levam alguns com eles.


Vejamos o que nos fala a Bíblia King James Atualizada sobre Coré:

Corá representa a insubordinação e a revolta contra toda a ordem estabelecida por Deus. Comportamento de parte da liderança cristã da época de Judas, a qual apostatando da fé estava dividindo a Igreja (Nm 16:1-35; 3 Jo 9:10). (KJA nota: página 2460)


5.   O Senhor deseja alcançar estas pessoas, aquelas que querem a bênção. Elas podem vir, mas o pecado tem que ficar fora (exemplo da mocinha que se converteu e passou a contar suas experiências mundanas aos outros jovens da igreja).

Estrelas cadentes que aparecem por um momento, alcançam fama e fortuna, e de repente desaparecem tragicamente mergulhando nas trevas.

Ondas que escumam suas próprias sujeiras; as biografias de muitas pessoas idolatradas, retratam uma vida de devassidão e miséria terríveis. Podemos citar o caso de Merilyn Monroe, Rock Hudson, Elvis Presley e outros.

Judas mostra que o mundo está debaixo de um juízo. As catástrofes naturais, os terremotos, as pestes e guerras, são juízos do Senhor sobre os habitantes deste mundo. Um cientista declarou que o vírus HIV está desafiando a medicina, porque é um vírus dos mais simples e frágeis que existem, mas que adquiriu uma característica diferente, pois ele é capaz de se transmutar de acordo com o meio em que vive, transformando-se em outro vírus. Este cientista afirmou também que é como se a natureza estivesse protestando contra a “quebra da ordem da natureza”.

O homem tem agredido as leis de Deus e tem colhido resultados catastróficos por isso. Vejamos o resultado da libertinagem, do uso das drogas, da violência e de todo tipo de iniquidade praticada pelas pessoas.

O apelo final de Judas diz: “Mas vós amados, edificando-vos a vós mesmos sobre vossa santíssima fé, orando no Espírito Santo, conservai-vos a vós mesmos no amor de Deus, esperando a misericórdia de nosso Senhor Jesus Cristo para a vida eterna...

Tudo isso o Senhor está preparando para um povo que tem se conservado na revelação, a Glória do Senhor breve se manifestará no arrebatamento da igreja.

MARANATA O SENHOR JESUS VEM!!!


Wallace Oliveira Cruz

Leia Mais ››

EXEGESE BÍBLIA "A PARÁBOLA DE JOTÃO" - 1/3

Antes entenda o que é uma Exegese Bíblica - Aqui

Texto: Juizes 9: 7 - 15


No tempo dos Juízes, Israel não tinha rei. Eles não eram organizados politicamente nem socialmente como nação, mas viviam como tribos que cultivavam a terra e criavam rebanhos. Gideão foi um dos principais Juízes de Israel, quando o Senhor o chamou para libertar os israelitas do jugo dos amalequitas. A primeira orientação que Deus deu a Gideão foi que ele destruísse os ídolos da casa de seu pai, quebrando assim a influência e a herança que recebera de sua família. Gideão mostrou com isso que estava consciente do chamado do Senhor.

Após a sua vitória contra os seus inimigos, os israelitas quiseram fazer de Gideão seu rei, mas ele não aceitou. Um de seus filhos chamado Abimeleque, se apresentou desejando o cargo, e para isso matou todos os seus irmãos, para que não houvesse concorrentes. Um de seus irmãos, o mais novo, conseguiu escapar da matança. Seu nome era Jotão, o qual proferiu uma parábola para todo o Israel, advertindo-o contra o reinado de seu cruel irmão Abimeleque. A parábola fala de árvores que buscam um rei que reine sobre si. As árvores representam homens.

A OLIVEIRA - Tipifica a unção, o derramar do Espírito Santo e os dons espirituais na vida da igreja. As revelações e a direção que o Senhor pelo seu Espírito tem dado ao seu povo.

A FIGUEIRA - Representa aquilo que está ligado a Israel como nação. É a profecia que veio através dos profetas do Velho Testamento. As revelações contidas nos escritos dos profetas e na história do povo de Israel.

 A VIDEIRA - Aponta para a Igreja, para o plano de Salvação através do Sangue de Jesus, o novo nascimento, a doutrina de Corpo (cacho de uvas), o louvor a glorificação e a graça.

O ESPINHEIRO - É tudo aquilo que é próprio da natureza humana e que fere os outros. É aquilo que é ruim e que não dá fruto algum. É a mentira (não tem sombra), a  maledicência, o preconceito, a falta de amor, etc. no meio da igreja. O espinheiro quando se estabelece é como fogo que destrói o cedro (Obra).

O CEDRO - Tipifica a Obra do Senhor. O cedro é uma árvore gigantesca, com um tronco reto, de madeira de lei,  que chega a 30 m de altura por 5 m de diâmetro. É muita pretensão do espinheiro querer queimar uma árvore como o cedro.


Nós temos que cultivar na igreja hoje em dia  a Oliveira, a Figueira e a Videira. Aquilo que elas representam espiritualmente precisam reinar no nosso meio. Se elas não reinarem, o Espinheiro termina reinando, e quando isso acontece, o Cedro, que é tipo da Obra, corre o risco de ser destruído.

Podemos citar como exemplo prático o Culto Profético. Ele depende da unção e dos dons espirituais, além da profecia e da participação do Corpo para ser cumprido. Se a igreja falhar em cultivar a unção, a profecia e a graça do Senhor, quem vai acabar se estabelecendo é o espinheiro. Ele é a religião, a falta de sabedoria e outras coisas que destroem a Obra do Espírito. A pessoa que cultiva o espinheiro se torna como ele mesmo, isto é, produz espinhos e queima-se facilmente (quando chamada a atenção). Há um juízo do Senhor para o espinheiro (Miq 7: 4).


Continua em EXEGESE BÍBLIA "A PARÁBOLA DE JOTÃO" - 2/3    


Wallace Oliveira Cruz


Leia Mais ››

TRÊS RAZÕES QUE PROVAM QUE A BÍBLIA É A PALAVRA DE DEUS




Muitas pessoas colocam em dúvida ser a Bíblia a Palavra de Deus. Alistamos três evidências de que ela é a inerrante, infalível e suficiente Palavra de Deus:


1) UNIDADE NA DIVERSIDADE - A Bíblia foi escrita em 1.600 anos. Foram mais de quarenta escritores de lugares diferentes, de culturas diferentes e nunca houve contradição entre seus autores.

2) CUMPRIMENTO DAS PROFECIAS - São mais de 3 mil profecias que se cumpriram literalmente. Se isso fosse coincidência, teríamos uma probabilidade de dez elevada a décima oitava potência.

3) AUTORIDADE ESPIRITUAL - A Bíblia tem sido o instrumento de transformação de pessoas, famílias, culturas e sociedades ao longo dos milênios. O livro mais publicado em toda a história da humanidade.

Bíblia a Palavra de Deus


LEIA MAIS ARTIGOS RELACIONADOS A ESTE ASSUNTO, CLIQUE NOS LINKS ABAIXO: 

A BÍBLIA - FÉ E PRÁTICA

EI VOCÊ! LEIA A BÍBLIA!



Leia Mais ››