Examinais as Escrituras, porque vós cuidais ter nelas a vida eterna, e são elas que de mim testificam. João 5:39

Seguidores do Blog

Seguir Facebook

sexta-feira, 1 de agosto de 2014

A Edificação das duas casas edificadas por Salomão

II Crônicas 2:1 “E determinou Salomão edificar uma casa ao nome do Senhor, como também uma casa para o seu reino”.
Introdução

Salomão propôs edificar de duas casas: uma casa para celebrar e engrandecer o nome do Senhor e a outra casa para o seu reino. A decisão de Salomão foi o resultado daquilo que havia em sua mente e em seu coração em relação ao Senhor. A edificação dessas duas casas nos fala da vida espiritual e a vida material (secular) de cada um de nós.
Desenvolvimento

E determinou – era uma decisão firme e segura que Salomão estava tomando e que demandaria toda a atenção necessária para que o seu propósito se concretizasse em relação à casa do Senhor e a casa para o seu reino. O servo do Senhor precisa ter propósitos claros com relação a sua vida espiritual e a sua vida material (secular). Salomão não descuidou de nenhum pormenor no que dizia respeito à casa do Senhor, como também não descuidou de nenhum pormenor da casa que seria edificada para o seu reino.
Vejamos então os seguintes aspectos que nos são apresentados no texto e a sua aplicação profética (espiritual) para as nossas vidas:

Edificar – é construir, erguer, levantar algo, no caso aqui, era a construção da casa. A vida do homem tanto a material quanto a espiritual está num constante processo de construção, é uma edificação que não parar.
A casa – nos fala da vida do homem.

A casa ao nome do Senhor – fala da vida espiritual. Seria edificado um lugar exclusivo ao culto, um lugar reservado ao louvor e a oração, ou seja, neste lugar seria estreitada a comunhão do homem com Deus.

A casa para o seu reino – fala da vida humana e tudo aquilo que a envolve como a família, o trabalho, os estudos, entre outros.
É importante notarmos a ordem das coisas, pois, na determinação feita por Salomão havia uma sequencia a ser obedecida, as coisas não poderiam ser feitas de qualquer maneira e muito menos haver a inversão daquilo que foi determinado.
Em primeiro lugar determinou Salomão edificar uma casa ao nome do Senhor- ou seja, a vida espiritual deve sempre vir em primeiro lugar. O espiritual é quem deve governar o material e não o inverso. Em segundo lugar Salomão determinou edificar uma casa para o seu reino, ou seja, cuidar da vida material (secular). A edificação da primeira não representava o abandono da segunda. Não houve por parte de Salomão negligência com nenhum das construções que ele se propôs. O Servo deve buscar esse equilíbrio, colocando sempre em primeiro lugar a sua casa (vida espiritual), mas também não descuidar da sua casa (vida secular), ou seja, a sua família, o seu trabalho, os seus estudos, entre outras coisas que são inerentes a sua vida.
O resultado da nossa vida espiritual e secular (material) será sempre resultado das decisões que tomamos e a firmeza com que foram estabelecidos os propósitos. A decisão de Salomão foi condizente com as suas atitudes e atos, diz a palavra que ele “Designou 70 mil homens de carga, 30 mil que trabalhavam com pedras nas montanhas e 3 mil e seiscentos inspetores sobre eles.” Ou seja, a edificação se deu e todos os cuidados foram tomados para que ambas as construções não parassem ou fossem interrompidas por quem quer que seja.
A edificação da casa do Senhor levaram 7 anos – A edificação da nossa vida espiritual visa o nosso aperfeiçoamento na presença do Senhor. O material que foi mais usado na edificação da casa do Senhor foi o ouro. A vida espiritual do homem é aperfeiçoada pelo poder de Deus em sua vida, quanto mais experiências com esse poder, mais crescemos e nos fortalecemos na presença do nosso Deus.
 A edificação da casa para o reino levaram 13 anos – Na edificação da nossa vida secular, o tempo é um fator que nos acompanha, ou seja, levar-se um tempo para conquistarmos as coisas que são necessárias para a nossa sobrevivência, a estabilidade financeira, estabilidade profissional, é preciso estudar, é preciso se qualificar... . O material que foi usado tinha madeiras nobres e também tinha o ouro. Os elementos nobres que havia na construção da casa para o reino nos faz entender que a construção da nossa vida secular está pautada na nobreza, no testemunho de que servimos ao Senhor e que o seu poder atua em nossas vidas.

Conclusão

Edificar as duas casas não tem sido algo fácil, porque invariavelmente o homem acaba incorrendo no erro de edificar uma e descuidar da outra. Salomão edificou as duas casas sem que a edificação de uma trouxesse prejuízo à outra. A casa do Senhor em primeiro lugar e a casa para o seu reino em segundo plano. A palavra para nós é edifiquemos as duas casas; edifique primeiro a sua vida espiritual, mas não descuide de edificar também a sua vida secular (profissional). Façamos como Salomão, encontremos esse equilíbrio e Deus nos abençoará ainda mais.

“E determinou Salomão edificar uma casa ao nome do Senhor, como também uma casa para o seu reino”.

Josenilson Félix

Seguir Facebook