Descaracterização do Plano Salvífico

09:46 0 Comments A+ a-


"E vestiram-no de púrpura, e tecendo uma coroa de espinhos, lha puseram na cabeça." Marcos 15:17

"Dizendo: Profetiza-nos, Cristo, quem é o que te bateu?" Mateus 26:68

Recentemente fizemos um prazeroso estudo sobre a descaracterização do projeto salvífico, imposto pelo adversário; foi de uma riqueza singular.
Quantas revelações novas foram alcançadas, o quanto fomos edificados.

  1. Nesta singela contribuição também adicionaremos algumas considerações.

A nossa perspectiva parte do seguinte princípio: considerando que a igreja é Corpo de Cristo, essas três ações cometidas contra o Senhor Jesus se repetem nos dias de hoje; observe.

"E vestiram-no de púrpura"
Retirar as vestes (Sacerdote Eterno) e colocarvestes de púrpura, tem para nós um grande ensino.

Somos sacerdotes, temos o direito de entrar no santuário do Deus vivo!
Todas as vezes que surge novidades que nos afasta deste ofício, saiba que a vergonha está às portas. O crente que não exerce seu sacerdócio vive de escárnio, o adversário não tem pena; jamais viva das experiências alheias. A verdadeira assistência vem do alto; o motivo de termos tantos "crentes" doentes em nosso meio é a incapacidade que os líderes tem de levar o povo a Cristo, se colocam como cristos aprisionando as mentes em suas próprias concepções.

Meu irmão, você não depende de homens, busque ao Senhor de todo seu coração que certamente eLe te atenderá.

"E tecendo uma coroa de espinhos"
Outro grande e terrível problema que tem acontecido com as mentes desta última hora é os espinhos doutrinários impregnando as mentes. O Evangelho Eterno tem sido deixado de lado, e a moda hoje é difamar a denominação alheia insinuando ser integrante da religião perfeita.
A pregação da Palavra foi substituída pela defesa dos dogmas, da placa, idolatrando suas instituições de uma forma tão terrível que são capazes de delirar dizendo: _Somos a igreja de Paulo!
Orgulho denominacional é o espinho que fere o Cabeça (Cristo).

"Profetiza-nos, Cristo, quem é o que te bateu?"
A profecia é um dos elementos eternos, cabe a igreja zelar. Existe um equilíbrio entre ocessacionismo e a ridicularização do profético.
A profecia abrange desde os dons espirituais até a revelação da Palavra.

Pontos de vista e indiretas não são dons espirituais!
Não há Revelações em textos fora de contexto!

Preguiça não é simplicidade!
Homens de frente voltados aos deleites dessa vida, não estudam, não pesquisam, e ainda são tidos como homens simples. Que miséria em?

Havia este jogo na época, vendava-se os olhos do condenado e ao ser espancado, tinha que adivinhar quem o tinha batido; e fizeram-no com o Senhor. A sua vida na presença de Deus não é um jogo. A igreja vive um momento especial, não vamos deixar que este mundo impulsionado pelo maligno roube nossa identidade como Corpo de Cristo!