O levita na casa de Mica

00:00 0 Comments A+ a-


Juízes 17: 7-13

INTRODUÇÃO


            A Palavra fala que nos dias dos Juízes, não havia rei em Israel, e cada um fazia o que achava reto aos seus olhos. Naqueles dias, um jovem levita saiu de sua terra natal e foi peregrinar na montanha de Efraim. Ele partiu de Belém buscando um lugar onde encontrasse comodidade, hospitalidade e um abrigo para ali viver.  Este moço tinha algumas características:

·        Era de Belém;
·        Era da Tribo de Judá;
·        Era levita = sacerdote;
·        Era peregrino em Efraim.

            Todas essas características correspondem às características do Senhor Jesus, pois Ele também nasceu em Belém e era da Tribo de Judá. Jesus veio a este mundo em busca de comodidade no nosso coração, em busca de um lugar onde o seu Espírito pudesse habitar, e este lugar é a nossa vida.

DESENVOLVIMENTO


            Aquele levita, de Belém de Judá, terminou se encontrando com um homem chamado Mica, da tribo de Efraim. Os efraimitas eram conhecidos na Bíblia como pessoas indefinidas, como um bolo que não foi virado, e que assou só de um lado. Isso fala da situação de indefinição espiritual do homem. Mica perguntou quem era ele, e ao descobrir, lhe fez um convite: “Fica comigo e sê-me por pai e sacerdote; e cada ano te darei dez moedas de prata, e vestuário, e o teu sustento”. E o levita entrou em sua casa e ficou com ele. Mica tinha também algumas características e alguns problemas em sua vida:

·        Havia roubado mil e cem peças de prata de sua mãe;
·        Estava debaixo de uma maldição;
·        Com medo da maldição, devolveu as peças de prata e foi agraciado com duzentas peças;
·        Mandou fundir a prata e transformou-a em um ídolo.

            Mica é tipo do homem natural, gerado por uma sociedade materialista e que está debaixo de uma maldição por causa dos seus pecados. Ele age de acordo com seu próprio conceito de verdade,   e é idólatra, capaz de substituir a Deus por qualquer coisa.

            Apesar de estar vivendo uma vida de pecados, o levita não fez acepção de pessoa e concordou em habitar na casa de Mica, pois encontrou receptividade, a necessidade de segurança e de um intercessor (sacerdote) diante de Deus. Mica também lhe prometeu sustento e vestuário, além de uma quantia em moedas de prata.

            Hoje em dia, o homem vive no pecado e na idolatria, mas quando o Senhor Jesus o encontra, e o seu coração se abre, então o Senhor entra na sua vida (casa) e passa a habitar ali. A partir daí, Jesus passa a ser o Pai e o Sacerdote na vida do homem. O Pai é aquele que cuida, que supre toda necessidade, que dá segurança e transmite uma herança ao seu filho. O Sacerdote é aquele que intercede diante de Deus por suas necessidades, e que advoga as sua causas diante do inimigo.

CONCLUSÃO


            Quando o Senhor Jesus entra na vida de alguém, a pessoa é transformada, tudo se faz novo e a verdadeira razão de viver é alcançada. Por isso Mica afirmou: “Agora sei que o Senhor me fará bem, porquanto tenho um levita por sacerdote”.


            O homem que foi alcançado pela misericórdia do Senhor, deve se consagrar a Deus oferecendo sua vida em gratidão pelas bênçãos recebidas. A sua fidelidade (sustento), o seu testemunho (vestidos) e a salvação de vidas (moedas de prata) são as coisas que o Senhor espera receber do homem, como resultado da sua convivência com Ele.

AVISO: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e e-mail válido).