PROCLAMANDO A VOLTA DO SENHOR JESUS!




"E o Espírito e a esposa dizem: Vem. E quem ouve, diga: Vem. E quem tem sede, venha; e quem quiser, tome de graça da água da vida” -Apocalipse 22:17



quinta-feira, 16 de março de 2017

O copo de prata de José


Gênesis 44: 1-2


INTRODUÇÃO

Depois de treze anos, após terem vendido José para uma caravana de Ismaelitas, seus irmãos desceram ao Egito para comprar mantimentos, pois a fome assolava o mundo naquele tempo. Os irmãos de José não o reconheceram, por haverem perdido a identidade com ele (Salmo 25: 14). Ofereceram seu dinheiro em troca dos mantimentos, e José os interrogou, querendo informações sobre seu pai e se tinham mais algum irmão. Na ocasião, José usou de astúcia para fazer com que eles voltassem, trazendo o irmão mais novo, que não o rejeitara e que havia nascido durante o seu exílio no Egito.

Depois de um tempo eles voltaram trazendo Benjamim, o irmão mais moço, e foi nesta ocasião, quando seus irmãos se preparavam para retornar para Canaã, que José ordenou que se colocassem  nos seus sacos de mantimento o dinheiro e no saco de Benjamim, o seu copo de prata.

Quando seus irmãos haviam partido, José mandou que seu servo, que administrava toda a sua casa, os perseguisse e alcançasse para interroga-los acerca do seu copo de prata que “havia desaparecido”. No meio do caminho eles foram alcançados, e ao ouvirem a história do servo de José, ficaram indignados com a acusação e disseram que se o copo fosse encontrado com um dos irmãos, que este fosse morto e os demais seriam escravos de José. O mordomo então concordou, mas disse que se o copo fosse achado com alguém, este seria escravo de José e os demais seriam liberados. Eles então começaram a procurar, a partir do mais velho deles, até o mais novo, e quando abriram o saco de Benjamim o copo de prata estava lá.  

DESENVOLVIMENTO

José é um dos tipos mais perfeitos do Senhor Jesus, que encontramos na Palavra de Deus. Hoje em dia muitos têm ido ao Senhor em busca de alimento para suas almas, já que a fome espiritual domina o mundo. No entanto muitos não o conhecem como Ele é, pois não têm intimidade com Ele, por causa do pecado em suas vidas (Rm 3: 23).

Muita gente tem recorrido a Deus nesta hora, em busca de bênçãos para suas vidas, mas oferecendo algo em troca, usando o argumento do merecimento e querendo estabelecer sua própria justiça (Isa 64: 6). Muitos têm ido às igrejas com interesses particulares, em busca de algo que sacie sua fome interior, mas após alcançarem aquilo que buscam, vão embora para seu lugar de origem (o mundo) e só voltam quando sentem fome novamente.

O desejo do Senhor é que o homem que o busca permaneça na sua presença, para ser verdadeiramente saciado com sua Palavra e com sua revelação. Por isso há aqueles que, quando se achegam ao Senhor com o coração puro (Benjamim não participou da rejeição e da venda de José), Ele coloca em seu coração o seu “copo de prata”. O que vem a ser o copo de prata?

Quando Jesus estava para ser preso e crucificado, no Getsêmani o Senhor fez uma oração ao Pai, pedindo que se possível fosse, passasse dele aquele cálice, que representava a sua angústia, o seu sofrimento e a cruz que Ele teria que suportar por todos os homens pecadores. O cálice apontava para o preço da redenção (prata), o qual foi pago pelo Senhor Jesus em nosso lugar.

Por isso o cálice ou copo de prata, fala da Obra redentora que Jesus realizou para nos salvar. Quando o homem vem ao Senhor com o coração sincero, Ele revela esta Obra maravilhosa, e coloca no seu coração o copo de prata, que fica ali guardado, conscientizando-o do Projeto de Salvação e dando ao Espírito Santo (o mordomo de José) a oportunidade de alcança-lo e fazer dele um servo do Senhor Jesus (Jo 16: 8 e II Co 5: 14).
           
CONCLUSÃO

Benjamim (filho da minha destra), é tipo de todos aqueles que têm a Obra do Senhor no coração, e que foram constrangidos pelo amor do Senhor e pelo seu Espírito Santo, a voltar para serem servos por toda a vida. Hoje o Espírito Santo continua buscando no deserto (mundo) aqueles que têm o copo de prata escondido no coração, ali colocado pelo Senhor Jesus, através de sua Palavra.

Aqueles que não estão interessados em ter um compromisso e uma aliança com o Senhor, voltam para o mundo, mas aquele que teve o coração marcado pela Obra Redentora, volta e permanece na presença do Senhor,  servindo-o por toda a vida.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e e-mail válido).

SOCIAL MEDIA


Wallace Oliveira Cruz

MARCADORES