PROCLAMANDO A VOLTA DO SENHOR JESUS!




"E o Espírito e a esposa dizem: Vem. E quem ouve, diga: Vem. E quem tem sede, venha; e quem quiser, tome de graça da água da vida” -Apocalipse 22:17



terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

Viva Rúbem, e não morra


Deuteronômio 33: 6

“Viva Rúben, e não morra; e não sejam poucos os seus homens.”

INTRODUÇÃO


Quando Jacó abençoou os seus filhos (Gên 49: 1-3), para Rúben, seu primogênito, ele trouxe uma palavra de repreensão e juízo. Jacó disse que Rúben era inconstante como a água, que não seria o mais excelente nem o seu preferido, porque havia pecado contra ele. Por isso Rúben perdeu o seu privilégio e o melhor da herança do seu pai.


DESENVOLVIMENTO


Por haver pecado contra Deus, o homem perdeu seu maior privilégio: o direito à Vida Eterna. Perdeu também a comunhão com o Pai, a alegria e limitando drasticamente as bênçãos do Senhor sobre sua vida. O homem tornou-se inconstante, sua vida passou a ser cheia de altos e baixos, seu caminho não tinha rumo certo e ele perdeu a condição de “ser mais excelente da criação”. A única perspectiva do homem, por causa disso tudo, passou a ser a perdição e a morte eterna.

No texto principal, Moisés profere uma palavra profética a respeito da Tribo de Rúben, dizendo: “Viva Rúben, e não morra; e não sejam poucos os seus homens”. Esta palavra profética mostra que, apesar de tudo, havia uma promessa de bênção para Rúben e que a misericórdia de Deus ainda estava sobre seus descendentes.

Isso aponta para a Graça Infinita de Deus para com o homem pecador, pois a sua vontade é que o homem “viva”, isto é, tenha Vida Eterna – “viva Rúben...”

Por isso Deus enviou o Senhor Jesus, o seu Filho Unigênito, para resgatar o homem através da sua morte na cruz, perdoando todos os seus pecados e transgressões, livrando-o da morte eterna - “Viva Rúben, e não morra...”

Através da Obra Redentora o Senhor Jesus leva o homem a ter uma vida constante, abençoada e abundantemente frutífera – “e não sejam poucos os seus homens.”

CONCLUSÃO

Com Jesus o caminho é firme e reto, e as bênção são multiplicadas a cada dia, o juízo é afastado e também a inconstância no caminhar.

“Viva Rúben” – Deus quer que o homem tenha Vida.

“E não morra” – Ele quer que o homem vença a morte e alcance a Eternidade.

“E não sejam poucos os seus homens” – Que a sua vida seja frutífera e abençoada.


EXPERIÊNCIAS COM DONS


Em um culto, o Senhor concedeu uma visão ao irmão Adonias, que entrava um homem cuja vida era inconstante, cheia de momentos de aflição e que o mesmo corria grande perigo, pois pensava em tirar a vida.


O irmão pregou a mensagem acima, dando ênfase à frase “Viva Rúben, e não morra”. No final do culto, um homem muito quebrantado pediu assistência, dizendo que toda a mensagem foi para sua vida, pois estava vivendo a situação abordada pela mesma, e que seu nome era Rúben.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e e-mail válido).

SOCIAL MEDIA


Wallace Oliveira Cruz

MARCADORES