Amor Ágape "αγάπη"

00:00 0 Comments A+ a-


João 3:16
Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu seu Filho unigênito para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. 

Ágape (em grego "αγάπη", transliterado para o latim "agape"), é uma das diversas palavras gregas para o amor. A palavra foi usada de maneiras diferentes por uma variedade de fontes contemporâneas e antigas, incluindo os escritores da Bíblia. Wikipédia

Nossa meditação hoje consiste neste texto maravilhoso, que muito de nós conhecemos de cor; Jesus revela o sentimento do Pai pela humanidade; o relacionamento de Deus com Israel não era tudo, Deus não amava só Israel, mas sempre amou o mundo e através de Israel Ele queria alcançar toda humanidade; Deus disse que em Abraão seriam benditos todos habitantes da terra.

“Porque Deus”
Jesus inicia dizendo que Deus, que é o “maior Ser que existe”, que para Ele o mar é apenas uma gota, mil anos para nós é como um dia para Ele, onde todos os astros espaciais numerados são comparados aos grãos de areia no mundo inteiro e Ele o chama cada um ao seu próprio nome, este é o maior Ser que conhecemos.

“Amou”
O amor é o “maior sentimento” que possa existir; para um bom entendimento a respeito deste amor, é necessário que nós possamos saber que amor é este; o amor de Deus não é o amor do mundo, o Eros e nem Filantrópico, e sim o Ágape, o amor sem pedir nada em troca incondicional, o que o Senhor nos pediu em troca pelo seu amor?, mas nos amou primeiro.

“O mundo”
Não existe ambiente maior com pessoas, do que o mundo, Deus não amou um homem, uma família, uma nação más o mundo, o doutor,o mendigo,o piedoso, o homicida, o honesto, o ladrão, Deus não olhou as falhas e nem as virtudes mas as almas contritas existentes no mundo.

“Deu ”
Não existe “ um gesto maior” do que este oferecer algo que é seu para favorecer alguém, isto é dádiva, é dom gratuito, é graça, favor imerecido, Deus não vendeu, não nos emprestou mas deu, estamos vivendo no período chamado graça por isso que só alcançaremos a vida eterna se entendermos que devemos aceitar este presente de Deus.

“Seu filho unigênito”
Deus não tinha dez filhos e deu um, mas tudo que Ele tinha ele nos entregou, o “seu maior bem” era único e fazia parte Dele desde o princípio, todas as coisas foram feita por Eles e nada do que foi feito, foi feito sem Eles com a ação do Espírito Santo.

“Para que todo aquele”
Este é o “maior convite” feito em todo o mundo, você pode ter recebido muitos convites, mas todos foram restritos, o convite do homem se limita, e muitas vezes fazemos acepção de pessoas, mas Deus convida a todo homem para a salvação de sua alma; se você faz parte do todo aquele você está convidado para este projeto eterno.

“Que nele crê”
O maior ser, teve o maior sentimento, pelo maior grupo de pessoas e com o maior gesto deu o seu maior bem, e faz hoje o maior convite a nós, para que o dediquemos o menor ato que existe, que é crê.
Você crê que o Senhor pode te salvar, curar e arrebatar, te levar para a eternidade Dele?
Ele nos ofereceu tudo o que é de maior em troca do nosso menor ato, Jesus disse para Marta e Maria: Se creres verás a glória de Deus. ALELUIAS!!!


“Não pereça”
O Senhor nos ensina que quem crê e for batizado será salvo, mas ensina também que a partir do ato também tem o processo, não podemos interromper isto na nossa vida, Calvino por não ter o Espírito Santo inseriu esta falsa doutrina “SALVO UMA VEZ SALVO PARA SEMPRE”, isto é um engodo, um engano, pois sem santificação ninguém verá a Deus.

Não perecer é “o maior livramento”, Jesus é a Água e o Pão da vida, pão e água só ingerimos uma só vez? É muito bom termos cuidado, a intenção do inimigo não é tirar ninguém da igreja e sim fazer que o homem viva uma mescla, coma pão fermentado e pregue heresias.


“Mas tenha a vida eterna”
O maior prêmio, o maior galardão, a maior herança que o homem possa ganhar; Jesus está a portas e nos chama para provar da sua grandeza e nos mostrar que nada deste mundo transcende, o homem é isto mesmo que vemos aí, vaidade e aflição de espírito correndo atrás do vento e ao olhar para dentro de si, está vazio, seco, nada o preenche.
Quando a nossa alma se relaciona com o Criador, podemos está moribundo no leito, canceroso, no estado final, mas estamos alegres, felizes pois sabemos que esta vida está passando e logo estaremos nos braços do nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, pois o que ama sua vida aqui perderá no último dia, más ao que aborrecer de sua vida aqui será salvo.


por  Diácono Daniel Domingues

AVISO: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e e-mail válido).