Guarda as escrituras em vaso de barro...

00:00 0 Comments A+ a-

JEREMIAS 32:14 


INTRODUÇÃO

·      Jerusalém estava cercada pelo exército da Babilônia
·      A derrota era uma simples questão de tempo
·      O profeta Jeremias já havia profetizado que a cidade seria tomada
·      Nesta situação era uma loucura investir em terrenos, pois tudo seria tomado pelo inimigo
·      Naquela época, quando se adquiria uma herdade, haviam duas escrituras: uma “pública”, aberta, que todos podiam ler; e uma cópia selada, que deveria ser muito bem guardada pelo novo proprietário. Esta era a sua segurança no negócio
·      O tio do rei Zedequias ofereceu-lhe um campo para adquiri-lo, pois ele tinha o direito à herdade

DESENVOLVIMENTO

·      O Senhor dá uma orientação: adquirir o campo
·      O Senhor faz uma promessa: Ainda se comprarão casas, campos e vinhas nesta terra (v. 15)
·      Contra todas as previsões e a lógica humana, Zedequias obedece à orientação e adquire o campo
·      A situação do evangelho, hoje, é a mesma em que se encontrava Jerusalém:
·      Cercada pelo adversário;
·      Com o seu fim decretado, pela sua desobediência e por não dar ouvidos à voz do Senhor;
·      Sem credibilidade.
·      Para muitos, que não conhecem a Obra, é uma loucura investir o nosso tempo, nossas vidas, no evangelho, uma vez que só se conhece o evangelho falido dos nossos dias
·      Mas, para nós, há uma promessa: ainda tomaremos posse da eternidade, e, por isso, aceitamos a “proposta” do Senhor
·      A escritura aberta: o nosso testemunho; o testemunho que damos para todos do nosso compromisso com o Senhor e com a eternidade que Ele nos prometeu. Apesar da situação, Zedequias obedeceu à orientação e não teve vergonha em testemunhar da sua opção
·      A escritura selada: o nosso compromisso pessoal com o Senhor. A experiência que só nós e o Senhor conhecemos. Estamos numa obra em que o que nos dá segurança de que vamos efetivamente para a eternidade com o Senhor são as experiências pessoais, é o nosso compromisso selado com o Pai.
·      “...ponde-as num vaso de barro...” - A melhor forma de se guardar documentos, na época, para evitar que se estragassem (recentemente foram encontradas escrituras originais da bíblia que foram preservadas por séculos em vasos de barro). O melhor lugar para guardarmos o nosso compromisso com o Senhor é no nosso coração: “escondi a tua Palavra no meu coração...”
·      “...para se conservar muitos dias;” - Por toda a eternidade.

CONCLUSÃO

            Apesar do momento de falência que o evangelho está vivendo em meio às muitas religiões, por não ouvirem a voz do Senhor, nós temos uma certeza de eternidade e por isso podemos investir a nossa vida nesta promessa.

Postado por @FaleComWallace

AVISO: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e e-mail válido).