PROCLAMANDO A VOLTA DO SENHOR JESUS!




"E o Espírito e a esposa dizem: Vem. E quem ouve, diga: Vem. E quem tem sede, venha; e quem quiser, tome de graça da água da vida” -Apocalipse 22:17



quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Eliú fala com Jó


Jó 42: 1-6 

INTRODUÇÃO 


Quando Jó foi acometido de uma terrível enfermidade, três amigos seus saíram de suas casas e de suas cidades, para visitá-lo. Estes amigos eram:
·       Elifaz, o temanita;
·       Bildade, o suíta; e
·       Sofar, o naamatita.

DESENVOLVIMENTO


Todos estes amigos procuraram por muitos dias ajudar Jó a suportar sua dor e a superar sua provação. Houve um momento em que eles até o acusaram de haver pecado contra Deus, razão pela qual passava por todo aquele sofrimento, e apesar de todo o esforço e de toda a discussão, eles não conseguiram consolar nem amenizar as dores de Jó, pelo contrário, eles até aumentaram sua angústia em alguns momentos.

No final do Livro, observamos o surgimento de um quarto personagem, mais jovem do que os outros amigos de Jó. A Palavra não revela sua origem nem como ele apareceu; ela revela apenas seu nome, que é Eliú. Quando todos cessaram suas tentativas de ajudar e se calaram, então Eliú começou a falar. Daí em diante, ninguém mais falou nada, nem mesmo o próprio Jó, mas somente Eliú.

Suas palavras aos ouvidos de Jó, desceram até o seu coração, e no final de tudo Jó  alcançou o conhecimento e a revelação do Senhor. Ele então confessou: “Com o ouvir dos meus ouvidos ouvi, mas agora os meus olhos te vêem”.

As pessoas enfrentam nas suas vidas, muitas situações adversas que lhes trazem dores, angústia e toda sorte de sofrimentos físicos e psicológicos. Nestas horas muitos amigos aparecem para tentar ajudar com suas palavras e conselhos, apresentando suas razões e falando de suas experiências de vida, apelando às vezes para o lado religioso e para o misticismo. Na maioria dos casos, essas fórmulas não ajudam em nada, e a situação das pessoas acaba se complicando mais ainda. Foi isso que aconteceu com Jó.

Mas quando a pessoa desiste de buscar o socorro humano e pára de dar ouvidos ao conselho dos amigos, então o Senhor começa a se revelar e a falar ao seu coração. Eliú, cujo nome significa Ele é Senhor, tipifica o Espírito Santo. Enquanto o homem dá ouvidos a estranhos, o Senhor permanece calado, mas quando ele percebe a inutilidade a ajuda das pessoas e desiste, então o Senhor começa a instruí-lo e a encaminhá-lo nas veredas da vida eterna.

Eliú era o mais moço, e o Espírito Santo foi aquele que veio dar sequência à Obra iniciada pelo Pai e pelo Filho; Ele veio por último, e sua operação conduz o homem a uma profunda compreensão e conhecimento de Deus e de si mesmo, fazendo-o entender a grandeza de Deus e a pequenez do homem.

CONCLUSÃO


 A Obra de Deus é plantada no nosso coração mediante a revelação do Espírito Santo, e essa revelação flui com mais facilidade nos momentos de sofrimento e angústia, quando depois de tentarmos  vencer através dos recursos humanos, percebemos que não há saída para nossa situação, então abrimos o coração para o Senhor, e Ele vem nos mostrar a sua Majestade e Grandeza. Quando alcançamos esse entendimento, percebemos ao mesmo tempo a nossa pobreza, e nos abominamos no pó e na cinza.     

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e e-mail válido).

SOCIAL MEDIA


Wallace Oliveira Cruz

MARCADORES