PROCLAMANDO A VOLTA DO SENHOR JESUS!




"E o Espírito e a esposa dizem: Vem. E quem ouve, diga: Vem. E quem tem sede, venha; e quem quiser, tome de graça da água da vida” -Apocalipse 22:17



domingo, 18 de dezembro de 2016

De noite busquei em minha cama aquele a quem ama a minha alma: busquei-o, e não o achei ...


Cantares 3: 1-4
                                                                      
·       De noite busquei em minha cama aquele a quem ama a minha alma: busquei-o, e não o achei ...

            Estamos vivendo o momento profético chamado na Palavra de noite. Neste momento vemos o homem perdendo a visão das coisas espirituais cada vez mais, e as trevas se alastrando com o crescimento do pecado no mundo todo. Esta situação de noite, tem conduzido o homem ao comodismo e ao sono espiritual, representado pela palavra cama citada no texto, e nesta posição ninguém encontra o Senhor, ainda que tente procurá-lo. O mundo está cheio de pessoas com esta dificuldade; acomodadas na sua cama, sem conseguir encontrar o Senhor e ter uma experiência de salvação com Ele.

·       Levantar-me-ei, pois, e rodearei a cidade; busquei-o, e não o achei ...

            Algumas pessoas que se encontram na sua posição de comodismo, por causa do vazio das suas vidas, muitas vezes se levantam e começam uma jornada de busca, tentando encontrar o Senhor para provar o seu amor e a sua graça. No entanto a maioria começa pela religião (cidade organizada), e termina por não encontrar aquele a quem a sua alma almeja. Depois tentam nas denominações (ruas) e nos movimentos (praças, ajuntamentos), mas o resultado é o mesmo. O Senhor não está onde a razão e a vontade do homem dominam.

·       Acharam-me os guardas, que rondavam pela cidade e perguntei-lhes: vistes aquele a quem ama a minha alma? ...

            Na busca de uma experiência com o Senhor, alguns terminam caindo nas mãos dos religiosos (guardas da cidade) que procuram influenciá-los na direção de seus dogmas e conceitos teológicos. Mas quando perguntamos pelo Senhor, aquele a quem ama a nossa alma, eles então demonstram que não o conhecem, pois também são rondantes das religiões deste mundo, em busca de algo que preencha o seu coração vazio.

·       Apartando-me eu um pouco deles, logo achei a quem ama a minha alma: detive-o até que o introduzi em casa de minha mãe.

            Geralmente a influência das religiões e as tradições que herdamos dos nossos familiares em termos de fé, impedem que tenhamos uma experiência com o Senhor Jesus revelado. Mas quando nos afastamos dos seus conceitos e da influência da sua religiosidade, logo encontramos aquele a quem ama (anela, deseja) a nossa alma. O nosso encontro com o Senhor ocorre quando fugimos de tudo isso e tratamos diretamente com Ele, pois nestas condições o seu Espírito não encontra barreiras para operar a sua Obra em nós.
            Quando o Senhor se revela ao nosso coração, nós o detemos e o tomamos para nós, pois Ele passa a ser o mais importante na nossa vida. Com sua Obra gerada em nós, somos conduzidos a entrar e permanecer com Ele na igreja (o corpo, a mãe que nos gerou), para gozarmos a verdadeira comunhão e intimidade com aquele a quem ama a nossa alma.

Wallace Oliveira Cruz

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e e-mail válido).

SOCIAL MEDIA


Wallace Oliveira Cruz

MARCADORES