Davi encontra com o Egípcio

00:00 0 Comments A+ a-


I Samuel 30: 9-13

INTRODUÇÃO

Davi voltava para a aldeia de Siclague, onde estava acampado com seus homens e suas famílias, quando se deparou com um quadro estarrecedor: A aldeia havia sido atacada e queimada pelos amalequitas, e as mulheres e crianças levadas cativas. Diante daquela situação, os homens de Davi levantaram a voz em grande pranto e se voltaram contra ele, acusando-o de ser o responsável por tudo aquilo, por ter oferecido ajuda aos filisteus e se afastado da aldeia, deixando as mulheres e crianças desprotegidas. Em seguida todos pegaram pedras para apedrejar a Davi. Mas Davi buscou refúgio no Senhor seu Deus, e o consultou se deveria perseguir os amalequitas.

DESENVOLVIMENTO

Davi foi um homem de muitas lutas e provações, mas em todas elas ele foi vitorioso, porque sempre buscou o socorro e a dependência do Senhor, além de sua direção para sua vida. Por isso o Senhor tem revelado que Davi tipifica a Obra que Lhe agrada. Naquele momento difícil para Davi, mais uma vez o Senhor o socorreu orientando-o a perseguir os amalequitas, pois eles seriam entregues na sua mão.
Davi reuniu seiscentos homens e partiu no encalço do inimigo. Ao passar os ribeiro de Besor (frieza), quatrocentos homens pararam por causa do cansaço e Davi prosseguiu com os quatrocentos restantes. Lá adiante, Davi enviou batedores à sua frente, para fazerem o reconhecimento do caminho e tentarem localizar os amelequitas.
No deserto, eles encontraram um homem egípcio vagando perdido, sedento e faminto e o trouxeram até a presença de Davi, que mandou lhe dar pão, água, massa de figos e dois cachos de passas. Ele os comeu e nisso seu espírito reviveu. Aquele homem era um escravo de um senhor amalequita que o havia abandonado há três dias por ter adoecido, e não servir mais prá ele.
           
A Obra do Espírito é para aqueles que estão dispostos a suportar as provas, confiando no Senhor para vencê-las. Apesar das provas, precisamos prosseguir na caminhada pois o Senhor tem seu Projeto para ser cumprido por nós.
Há pessoas perdidas vagando por este mundo, famintas e sedentas, sem ter quem as ajude. Estas pessoas são escravizadas pelo adversário, que as usa na realização de sua obra destruidora, e depois as abandona doentes, para morrerem sozinhas neste mundo. Muitas vezes o inimigo até lhes dá títulos de beleza, riquezas, destaque na sociedade e na mídia, mas de repente se ouve a notícia de sua morte trágica por overdose, assassinatos e outras desgraças.
O Senhor Jesus tem enviado seus servos à sua frente, na realização da Obra, e sempre acontece de pessoas nesta situação serem encontradas sem esperança e sem direção nas suas vidas. Estes então, são conduzidos à presença do Rei Jesus, que lhes dá aquilo que precisam para ganhar nova vida:
·       Pão – Palavra revelada
·       Água – Refrigério do Espírito Santo
·       Massa de figos – A cura de seus males (Jesus foi moído pelas nossas enfermidades)
·       Cacho de passas – A alegria e a paz do Espírito Santo

CONCLUSÃO

Quando o homem recebe tudo que o Senhor tem para ele, o seu espírito volta, isto é, ele nasce de novo, sua vida é restaurada e salva da morte eterna. O homem então passa a seguir ao Senhor, sendo útil na sua Obra, como o foi o egípcio resgatado no deserto.

AVISO: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e e-mail válido).