Dá-lhes uma madre que aborte e seios secos...

00:00 0 Comments A+ a-


Oséias 9: 13, 14


            INTRODUÇÃO

            Efraim era um dos filhos de José, sobre quem recaiu a bênção de Jacó, e que mais tarde, não permaneceu na fidelidade. Efraim tipifica daqueles que receberam a bênção do Senhor, a salvação e o privilégio de ser plantado num lugar aprazível (a Obra do Espírito), mas que depois de algum tempo, começou a se apartar do Senhor e a esfriar espiritualmente. Quem assim procede, está levando sua vida e a vida de seus filhos ao matador e para a perdição.


            DESENVOLVIMENTO

            O propósito do Senhor para Efraim era glorioso. Mas Efraim foi comparado a um bolo que não foi virado, isto é, assou somente de um lado, apontando isso para sua indefinição, que culminou com a ruína total de seus filhos. Ao invés da bênção profetizada, Efraim recebeu um triste juízo: “Dá-lhes, ó Senhor; que lhe darás? Dá-lhes uma madre que aborte e seios secos”

Madre que aborte - No início, quando havia fidelidade, os frutos e a fecundidade espiritual eram notórios, mas depois nada mais foi gerado. A Obra não prosseguiu como antes e a esterilidade foi se estabelecendo. Os frutos produzidos morriam antes de nascerem, e nada mais passou a dar certo; a vida foi se esfriando e se tornando como um aborto. Devemos ser cuidadosos com a nossa vida espiritual, pois o Senhor nos escolheu para darmos frutos que permaneçam. Quando o servo não se define na Obra e não se preocupa com uma vida de frutificação, a tendência é perder a “fertilidade espiritual” que foi dada na conversão - o primeiro amor - tornando-se estéril e sem vida.

Seios secos - A partir do momento em que a pessoa perde o poder da “frutificação”, passa a não receber mais nada do Senhor. Ela não se alimenta mais nem do leite - as coisas elementares da Palavra - nos cultos não recebe bênção alguma, passa a murmurar de tudo, vivendo na pobreza. Como uma criança que mama em seios secos, ela deixa de crescer espiritualmente, pois o leite não está mais à sua disposição. A tendência é a inanição com o afastamento da casa do Senhor, e o desligamento do corpo materno, que é a igreja.


            CONCLUSÃO

            A pessoa que não valoriza a bênção do Senhor e a sua eleição para servi-lo, termina sendo entregue à sua própria sorte, como aconteceu com Esaú, Saul e outros, que perderam aquilo que o Senhor um dia lhes deu.

            Isso tudo acontece, porque Deus não dá nada àquele que não usa o que recebeu, para frutificar espiritualmente para Ele.

AVISO: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e e-mail válido).