" A Sunamita recebe a terra que tinha direito"

00:00 0 Comments A+ a-


II Reis 8: 3 - 6


INTRODUÇÃO

·     A sunamita
·     Recebeu a Eliseu na sua casa
·     Fez morada para ele
·     Gerou um filho, apesar de estéril
·     Teve o seu filho ressuscitado, quando este morreu e ela foi aos pés de Eliseu buscar a bênção
·     Houve fome na terra
·     Ela peregrina por sete anos entre os filisteus

DESENVOLVIMENTO

·     Eliseu - tipo do Senhor Jesus
·     A sunamita: tipo da igreja
·     Recebe Jesus em seu coração, em seu meio
·     Nela o Senhor encontra morada
·     Era estéril, mas o Senhor, por milagre, faz ser gerada nela uma obra maravilhosa
·     Ela não deixa nunca que a obra morra, mas, nos momentos de dificuldade, vai aos pés de Jesus e a obra permanece viva
·     Está peregrinando neste mundo, mas o seu lugar não é aqui
·     Cumpre-se o tempo e chega o momento do retorno - o arrebatamento da igreja
·     Ela se apresenta ao rei com um objetivo: requerer a terra que era sua - a igreja, no arrebatamento irá receber a terra que o Senhor nos deu por promessa e que o homem deixou de ter direito quando pecou, no Éden
·     Geazi - Tipo do Espírito Santo que apresenta a igreja ao Pai e a identifica - “... esta é a mulher,...”
·     O rei - Tipo do Pai
·     Havia entretanto uma prova de que aquela era a mulher de quem Geazi estava falando: o filho vivo. A igreja só receberá a terra prometida, se estiver com a obra viva em seu coração no dia do arrebatamento
·     Ela recebe então a sua herança

CONCLUSÃO


A igreja fiel tem uma herança a receber na Eternidade, mas só alcançará esta bênção se estiver com a obra viva em seu coração.

AVISO: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e e-mail válido).