A Santa Ceia

00:00 0 Comments A+ a-


Marcos 14: 22-26 

INTRODUÇÃO 

No dia da Páscoa, o Senhor Jesus e os discípulos cumpriram o que estava ordenado na Lei e comeram o cordeiro assado no fogo com pães asmos e ervas amargosas. Em seguida, o Senhor estabeleceu a Nova Aliança com os discípulos, usando como elementos simbólicos o Pão e o Vinho. 

DESENVOLVIMENTO


O primeiro elemento tomado por Jesus foi o Pão, o qual foi abençoado, partido e comido por todos que estavam ali com Ele.

O Senhor Jesus revelou naquele momento, que o Pão representava o seu Corpo que seria partido por amor a eles. O Corpo de Jesus também simboliza a Igreja Fiel, por isso Ele o abençoou. Comer o pão significa viver na comunhão do corpo, integrado nele e vivendo em função dele. Jesus disse que todo aquele que se alimentasse de sua carne viveria eternamente – Jo 6: 54. Isto quer dizer que a vida eterna se manifesta no corpo, que é a igreja do Senhor Jesus.

Antes de Jesus mandar os discípulos comerem o pão, Ele o partiu. Com isso, Jesus quis mostrar que eles o conheceriam não apenas exteriormente, mas interiormente. A partir daquele momento o Senhor estaria revelando à sua igreja a profundidade e as maravilhas da sua Obra, a sua intimidade e os seus mistérios – Salmo 25: 14 e Heb 8: 11.

Depois o Senhor tomou o cálice com Vinho e deu graças, então ordenou aos discípulos que tomassem dele.

O Vinho é tipo do Espírito Santo que foi derramado por nós pelo Sangue. Por isso Jesus deu graças por ele, porque o Espírito Santo seria enviado pelo Pai, para estar ao nosso lado e não nos deixar órfãos. O Senhor também disse: “Tomai dele todos” – de um único cálice.

Antigamente, quando duas ou mais pessoas faziam um acordo ou uma aliança, elas pegavam um cálice de vinho, e todos os participantes tomavam um gole dele. Isso significava que estavam de acordo com o que foi tratado e com suas consequências, quer fossem agradáveis ou não.


Ao tomar o cálice, Jesus mostrou aos discípulos que eles seriam participantes da Nova Aliança, e que estariam prontos a enfrentar todas as consequências dela. Beber o vinho significa participar do Espírito Santo, deixar-se dominar por Ele, morrer para este mundo por Jesus, para alcançar a vida eterna.

AVISO: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e e-mail válido).