PROCLAMANDO A VOLTA DO SENHOR JESUS!




"E o Espírito e a esposa dizem: Vem. E quem ouve, diga: Vem. E quem tem sede, venha; e quem quiser, tome de graça da água da vida” -Apocalipse 22:17



sexta-feira, 16 de setembro de 2016

A morte na panela

Resultado de imagem para a morte na panela

II Reis 4: 38-41

INTRODUÇÃO

Houve uma fome em Israel, nos dias do profeta Eliseu, e ela era o resultado de um juízo de Deus sobre o povo por causa dos seus pecados.
Naqueles dias Eliseu voltou a Gilgal e encontrou ali os filhos dos profetas, que se  assentaram na sua presença e esperaram uma providência da parte do servo de Deus.

DESENVOLVIMENTO

O mundo hoje vive um grande momento de fome espiritual, e as pessoa lançam mão de tudo que encontram pela frente, com o propósito de suprir suas necessidades espirituais. No entanto, o que vemos é a permanência da fome, pois as coisas do mundo não atendem a essas necessidades da alma.
A igreja nesta hora tem descansado na presença do Senhor Jesus, pois ela sabe que Ele é poderoso para suprir todas as suas necessidades, e que a sua providência sempre vem na hora certa.

Eliseu mandou seu moço colocar a panela grande ao lume (fogo), e sem seguida ordenou que preparasse um caldo de ervas para que todos pudessem se alimentar. Feito isso, todos os filhos dos profetas saíram ao campo em busca de ervas, para com elas prepararem o caldo. Um deles, no entanto, se afastou demais na sua busca por ervas, e encontrou um tipo de planta venenosa e tóxica, chamada coloquíntidas (um tipo de pepinos bravos), e inadvertidamente colheu uma boa quantidade e veio e lançou tudo na panela grande, junto com as outras ervas. Quando o caldo foi servido, todos começaram a se sentir mal, e alguém gritou: “Há morte na panela!”.

O alimento do povo de Deus é a Doutrina Revelada e preparada pelo Espírito Santo para ser distribuída no corpo. A Palavra Revelada é o nosso alimento, o qual sacia nossa fome em tempos de escassez como os de hoje. Somente o Senhor sabe como preparar esse alimento, e Ele sabe também aquilo de que precisamos nos alimentar.
Deus tem usado o Ministério (tipo do moço de Eliseu) para transmitir a Palavra revelada que vai alimentar a igreja. Tudo tem que ser feito na panela grande (o coração cheio da graça) e no fogo (comunhão do Espírito Santo).

Toda a Doutrina da Obra tem sido revelada no corpo, o qual tem se alimentado e vivido dela. Nada é feito fora do corpo, pois o que vem de fora do corpo, pode trazer grandes prejuízos para o corpo e seus membros. Quando alguém se afasta do corpo, perde a comunhão e o discernimento, e termina absorvendo coisas estranhas, do mundo, da religião, de livros, etc. trazendo depois para dentro da igreja, causando mal estar e morte aos que provarem delas. Não podemos trazer as coisas da religião, seus métodos, dogmas, usos e costumes, etc. para o nosso meio, pois essas coisas (aparentemente inofensivas) podem contaminar a muitos, principalmente os novos na fé, causando-lhes graves prejuízos espirituais.
           
            CONCLUSÃO

O profeta Eliseu ordenou que se trouxesse farinha e se colocasse dentro da panela com o caldo venenoso, a fim de que a morte fosse retirada.
Quando surgem coisas prejudiciais no meio da igreja, coisas do homem, da religião, ensinos que podem ser danosos às vidas das pessoas, é necessário a presença e a revelação do Senhor Jesus, pois Ele é o trigo que foi moído por nós (farinha), para nos curar de todos os nossos males. Assim como a farinha absorveu a morte que havia na panela, Jesus absorveu em seu corpo a morte em nosso lugar, para nos dar a vida eterna.

Quando a igreja passa por momentos de perigo, pela infiltração de ensinos não revelados pelo Espírito Santo e outras coisas que trazem prejuízo, é necessário a busca de uma comunhão mais profunda com o Senhor Jesus (madrugadas, jejuns, vigílias, ceia) para que a morte seja suplantada e afastada do corpo (igreja), para que todos possam continuar se alimentando e vivendo na presença do Senhor.

A pessoa que se afasta da sã doutrina, torna-se indisciplinada e não há lugar para pessoas indisciplinadas no Corpo do Senhor Jesus (Heb 12: 4-9).


Nenhum comentário:

Postar um comentário

AVISO: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e e-mail válido).

SOCIAL MEDIA


Wallace Oliveira Cruz

MARCADORES