Os quatro tipos de terrenos

00:00 0 Comments A+ a-

Texto: Lucas 8: 4 -15
INTRODUÇÃO: A Obra de Deus na vida do homem é realizada no coração (Heb 10:16), pois é do coração que procedem as saídas da vida (Pv 4:23), isto é, o homem reage de acordo com o que possui no coração. A resposta à Obra de Deus depende da condição de cada coração, e o Senhor Jesus mostrou através da parábola do semeador que existem basicamente quatro tipos de terrenos (corações) que também reagem de quatro maneiras ao receber a semente (Palavra de Deus). Vejamos estes quatro tipos de terrenos e suas respectivas reações:
  1. A SEMENTE À BEIRA DO CAMINHO, QUE FOI PISADA E COMIDA PELAS AVES ( Vs. 12 )
Trata-se do homem que está fora do caminho (Jesus), e que demonstra insensibilidade à Palavra de salvação. Ele não atenta para o Evangelho e o rejeita, despreza a boa semente e a pisa. Tudo que ouve é removido facilmente do seu coração pelos maus espíritos (aves) que operam na sua vida. Este tipo de coração é insensível (Isa 6: 9 e 10), é duro (Zac 7: 12) e insensato (Sl 53:1).
  1. A SEMENTE QUE CAIU ENTRE PEDRAS, NASCEU E DEPOIS SECOU-SE ( Vs. 13 )
São as pessoas que recebem a Palavra com alegria, com admiração e até alegria (emotividade), mas voltam atrás diante das tentações, das provas, de repressão da família, da atração do mundo, etc. porque não têm raízes (firmeza, definição e convicção). Este tipo de coração é emotivo (Tg 4: 8) e não está preparado para sofrer e compartilhar as aflições da cruz de Cristo (I Pe 4: 13), é fraco (Heb 12: 3), por isso desfalece e desanima facilmente.
  1. A SEMENTE QUE CAIU ENTRE OS ESPINHOS, CRESCEU MAS FOI SUFOCADA ( Vs. 14 )
É o que recebe a Palavra no coração, mas não quer renunciar àquilo que tem. Os cuidados e preocupações da vida (trabalho, família, bens, etc.), a busca de riquezas, os prazeres e deleites da vida (diversões profanas, praias, etc.) terminam sufocando a Palavra de Deus e impedindo o seu crescimento e frutificação no coração e na vida do homem. É o coração que quer servir ao Senhor mas ao mundo também (Mt 6: 24), é o coração cobiçoso (Luc 21: 34 ; I Tm 6: 9 e 10) e dobre (Tg 1: 8).
  1. A SEMENTE QUE CAIU EM BOA TERRA E DEU FRUTO EM ABUNDÂNCIA ( Vs. 15 ) 
É o homem que abre o coração totalmente para receber a Palavra do Senhor, deixando tudo por amor a Ele. A partir do momento que recebe a Palavra no coração não cessa de crescer no conhecimento do Senhor, andando no seu Projeto que é a Revelação, obedecendo e colocando as coisas do Senhor em primeiro lugar na sua vida. Este homem produz muitos frutos porque persevera diante das lutas e tentações que surgem, não se deixando levar pelas dificuldades da caminhada. Para o Senhor o importante é que a semente frutifique, a quantidade do fruto é de acordo com o grau de fertilidade de cada coração. O fato do terreno ser fértil não significa que não tenha pedras e espinhos. Isto quer dizer que aquele que tem um coração firme no Senhor, remove as pedras e espinhos para que a semente não sofra nenhum prejuízo no seu desenvolvimento e frutificação. O servo assim é aquele que tem o coração quebrantado (Sl 51: 17), puro (Sl 24: 3 e 4) e bom (Luc 6: 45).
CONCLUSÃO - Deus olha para o coração do homem, Ele sonda seu interior e conhece o que há dentro dele. Ele busca corações férteis, onde possa plantar a boa semente e operar pelo Espírito Santo a sua Obra e o seu Projeto, cujo propósito é fazer com que o seu Reino, isto é, sua Seara cresça e frutifique abundantemente, até a chegada do dia glorioso da colheita dos frutos, que é o arrebatamento da igreja.

AVISO: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e e-mail válido).