Eu oro pela CPAD

11:17 0 Comments A+ a-



EU ORO PELA CPAD

Há 105 anos, os missionários suecos Daniel Berg e Gunnar Vingren chegaram dos Estados Unidos e, a partir de Belém do Pará, deram início — com muita luta e oposição — às Assembleias de Deus no Brasil. Assim como esses dois hercúleos pioneiros do Movimento Pentecostal brasileiro, há dois homens de Deus que muito têm contribuído para o Reino de Deus por meio da #CPAD, Casa Publicadora das Assembleias de Deus: Antonio Gilberto e Ronaldo Rodrigues de Souza.

O primeiro, um mestre levantado por Deus como um referencial, mesmo enfrentando grande oposição, implantou no Brasil o CAPED (Curso de Aperfeiçoamento de Professores de Escola Dominical). E o segundo, um grande administrador e empreendedor, desde 1993 — com muita luta — vem edificando sobre as bases estabelecidas e sendo usado pelo Senhor Jesus para fazer da CPAD uma Casa de excelência!

Quem é assembleiano, amante da Palavra de Deus, ora por esses homens de Deus, tem orgulho de sua História e ama a sua Casa, que há 76 anos serve a Igreja Brasileira! #EuOroPelaCPAD!

por Ciro Sanches Zibordi

AVISO: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e e-mail válido).