A subida para Jerusalém

00:00 0 Comments A+ a-



"Ora, todos os anos iam seus pais a Jerusalém à festa da páscoa;" Lucas 2:41
"E, tendo ele já doze anos, subiram a Jerusalém, segundo o costume do dia da festa." Lucas 2:42

Introdução:

Palavra de Deus descreve um momento especial na vida da família de Jesus, que era a Festa da Páscoa onde os Israelitas subiam com as suas famílias para irem a Jerusalém para adorar a Deus.
        O aspecto que abordaremos é mostrar a caminha da igreja para Jerusalém Celestial.

Desenvolvimento:

Como é a caminhada da Igreja Fiel para Jerusalém Celestial:

Ir a festa da Páscoa;

É a valorização do sacrifício de Jesus na cruz do calvário por amor as nossas vidas para nos conceder Salvação.

Os seus pais levaram Jesus;

Esse detalhe mostra que a Salvação em Jesus não pode ser esquecida, mas lembrada todos instantes de nossas vidas. Só subiremos a Jerusalém se tivermos Jesus em nossas vidas.

Jesus tinha 12 anos quando subir  a Jerusalém;

Na simbologia bíblica o número 12  fala da doutrina dos apóstolos, ou seja, a doutrina revelada pelo o Espírito Santo. A Igreja só caminha se estiver firmada e  vivendo essa doutrina.

Subir a Jerusalém;

        A caminhada da igreja tem um propósito definido que de chegar a Jerusalém Celestial. Sabemos de onde viemos, onde estamos e para onde iremos.

Os salmos de subida entoados na caminhada para Jerusalém?

        Os Salmos 120 até 134 eram entoados nas caminhadas das famílias quando subiam para adorar em Jerusalém. Por isso, estes quinze salmos são conhecidos como Canção de Degraus, de Peregrinação, subidas ou Cânticos de Romagem. Estas peregrinações aconteciam três vezes ao ano, nas festas da Páscoa, Pentecostes e Tabernáculos.

        Podemos  ver a  caminha da igreja profética baseada desses 15 salmos de subida:

1- Clamando ao Senhor: Salmos 120

O primeiro cântico de peregrinação começa com uma oração pedindo ajuda de Deus nas angústias da vida. O ponto de partida é o clamor pelo o Sangue de Jesus. Onde alcançamos o perdão e desfrutamos dos seus benefícios de diários na caminhada.

2- Olhando para os montes: Salmos 121

Quando chegavam à estrada a avistavam as montanhas, então os viajantes se preocupavam com assaltos e perigos. Não sabiam o que havia além das montanhas, mas a confiança em Deus era sua esperança de que tudo vai dar certo.
Precisamos aprender a viver pela fé (Romanos 1.17), não olhando para as circunstâncias, mas para Deus que nunca nos abandonará.

3- Alegria de ir para a casa de Deus: Salmos 122

Estamos em uma caminhada dinâmica e nos alegrando porque almejamos chegar na casa de Deus, na nossa morada Celestial..

4- Olhando para o céu: Salmo 123

A jornada  na igreja desse mundo passamos por lugares sombrios e profundos (Salmos 23.4), O solo é rochoso. Muito quente durante o dia e muito frio à noite.
Não podemos olhar para trás nem para as dificuldades senão desanimamos de continuar. Precisamos prosseguir para o alvo em Cristo Jesus.

5- A gratidão pelos livramentos: Salmos 124

Durante a longa caminhada, o povo recebe vários livramentos de Deus. O deserto é lugar de feras, serpentes e espinhos. Aconteciam muitos assaltos aos peregrinos na época (Lucas 10.30).
a Igreja é grata pela grande Salvação  e por os livramentos que o Senhor tem nos dado ao longo da caminhada.

6- A confiança no Senhor: Salmo 125

Vendo de longe as fortalezas da cidade, no alto do monte Sião, as pessoas ficavam admiradas com a grandeza. Mas sabiam que sua maior proteção estava em Deus e não nas pedras ou no homem.
Deus está ao nosso redor para nos proteger. O amor de Deus é maior que as dificuldades e aflições dessa vida.

7- Consolo para as dificuldades: Salmo 126

Mostra que o Senhor nos tirou do cativeiro e trouxe para a sua presença.
Em sua caminhada, sempre que passa por uma dificuldade, o Espírito Santo te ajuda porque Ele é o seu Consolador (João 14.16). Jesus promete que “enxugará dos olhos toda lágrima” (Apocalipse 21.4).

8- Proteção para a família: Salmos 127

Durante a viagem todos pediam proteção de suas residências e cidades que deixaram para trás.
A família e todos que amamos são fonte nossas maiores preocupações. Mas devemos confiar em Deus sabendo que “Ele cuida de nós” (I Pedro 5.7).

9- Oração pela família: Salmo 128

A nossa família é abençoada por Deus. Que maravilha sabermos que o nosso Deus tem ouvido as nossas súplicas e por sua infinita misericórdias  tem suprido as necessidades do nossos lares.Todas as famílias têm problemas, mas aos pés do Senhor alcançamos as vitórias

10- Louvor pela libertação: Salmo 129

Deus quer libertar vidas através de sua Palavra (João 8.32). Não existe coisa pior que ser preso. Em nossa caminhada com Deus, somos libertos tudo aquilo que nos aprisionava. Somos um povo que foi  liberto  para servir a Deus.

11- O reconhecimento que somos falhos e pecadores: Salmo 130

Precisamos nos humilhar diante de Deus, reconhecer os pecados e confessar ao Senhor sabendo que o Senhor “é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça” (I João 1.9).

12- Entrega sem reservas ao Senhor : Salmo 131

 Nosso coração não foi feito para acumular rancores e ansiedades, mas para ser entregue a Deus, que nos enche de amor.

13- Confiar nas promessas de Deus: Salmo 132

Mesmo que as dificuldades sejam grandes, nunca esqueça que a Palavra de Deus é fiel , “não voltará vazia” (Isaías 55.11). Tudo pode mudar, mas as promessas de Deus permanecem. Confie nas promessas de Deus!

14- A Comunhão no Corpo : Salmo 133

Já no alto do monte, entrando em Jerusalém, todos estavam juntos para celebrar. Tudo isso era motivo de alegria pela união do povo de Deus.

15- Adoração na casa de Deus: Salmo 134

Chegamos ao término na caminha chegamos a Jerusalém no templo ( é o Arrebatamento da Igreja). Todos estão juntos adorando a Deus para todo o sempre.

                         CONCLUSÃO:

Chegar a Jerusalém Celestial é objetivo da igreja fiel de estar com o seu Salvador e louva-lo eternamente.
Muitas foram os empates, as dificuldades enfrentadas, mas o nosso Deus nos concedeu as condições para concluirmos a caminhada e estarmos na Jerusalém Celestial para todo o sempre.

Josenilson Félix

AVISO: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e e-mail válido).