Examinais as Escrituras, porque vós cuidais ter nelas a vida eterna, e são elas que de mim testificam. João 5:39

quarta-feira, 15 de agosto de 2012

Assistência Parte 5



O CRESCIMENTO DA IGREJA
 (Atos 2:47)



INTRODUÇÃO

O crescimento da igreja foi um fenômeno ligado diretamente à operação do Espírito Santo na vida da Igreja. As mensagens de Pedro que levaram milhares à contrição, arrependimento e conversão mostram que essa operação era a questão central do crescimento.



“Paulo plantou, Apolo regou, mas Deus deu o crescimento”.



É certo que temos parte nessa obra como a semeadura da palavra e a assistência, mas o crescimento é um fenômeno operado pelo Espírito. Com todo o nosso esforço não levaríamos ninguém a conversão, no máximo ao mero convencimento. Logo, as duas coisas devem ser associadas: “O Espírito e a Esposa dizem vem! Um trabalho da noiva e do Espírito Santo em conjunto”.



Talvez não tenhamos tanta dificuldade em semear ou assistir (sabemos nossas deficiências nestes dois aspectos), mas o que precisamos, sobretudo, é da benção do Espírito Santo em nosso meio.



DESENVOLVIMENTO

Casa em ordem



A igreja primitiva crescia, o Espírito Santo operava: como, então, fazer que o doce Espírito atue nesse mesmo sentido em nosso meio? Todas as vezes que a igreja se congregava havia uma visita do Espírito Santo, ou como dizemos “uma visitação” e muitos eram salvos.



Se fossemos avisados que uma autoridade ou alguém muito querido ou importante para nós visitaria nossa casa, como a deixaríamos? Certamente largaríamos tudo e prepararíamos a casa para a recepção melhor possível. Casa em ordem, a mesa preparada, boa limpeza, todas as atenções voltadas para aquele momento.



A igreja primitiva tinha esse entendimento e sabia como preparar um ambiente propício para operação do Espírito Santo! Vejamos como a casa estava preparada:




a)       Perseveraram na doutrina



b)       Perseveraram na comunhão



c)       Perseveraram no partir do pão



d)       Perseveraram nas orações



e)       Em toda alma havia temor



f)        Todos que criam estavam juntos



g)       Tinham tudo em comum



h)       Não havia necessitado algum



i)         Todos os dias no templo




Conseqüência (conclusão)

- Muitos sinais se faziam – dons espirituais



- Caia na graça de todo o povo – aceitação e ausência de resistência



- Todos os dias o Senhor acrescentava o número da igreja - crescimento







Cada pastor pode fazer breves comentários sobre os pontos destacados acima, mostrando que esses elementos (grifados) eram os que tornavam o ambiente propício à operação do Senhor e a salvação de milhares. É importante que a igreja perceba que o Espírito Santo é o visitante especial e querido que recebemos todos os dias, e se a igreja estiver preparada, haverá grande operação!


  MARANATA O SENHOR JESUS VEM

Facebook Share